Notícias da Rede

Informalidade cresce mais em estados de maior renda

voltar
Entre 2016 e 2018, o trabalho informal ganhou mais força nos estados mais ricos: Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal e Minas Gerais registraram alta acima da média nacional, de 1,8% no período. Entre os três primeiros estados, a expansão da informalidade do mercado trabalhista alcançou mais do que o dobro da média nacional: 4,7% no ES, 4,2% em SP  e 3,9% no RJ, segundo levantamento da consultoria Tendências. Os estados de maior renda registraram 16,8 milhões de trabalhadores na informalidade em 2018 – ou 44,8% dos informais distribuídos por todo o Brasil.