Notícias da Rede

Força do interior paulista impulsiona o crescimento de redes de franquias

voltar

O rápido desenvolvimento das cidades do interior de São Paulo está atraindo redes de franquias de diversos segmentos. Se antes o foco das grandes marcas era as capitais, há pelo menos oito anos o cenário é outro.

Na rede de acessórios Morana, que tem cerca de 300 unidades no Brasil, 42% das lojas do estado de São Paulo estão localizadas no interior. Não é somente a falta de oportunidades para expansão nas capitais que impulsiona esse crescimento. O grande atrativo é o potencial dessas cidades. “Nas últimas décadas, a busca por qualidade de vida tem impulsionado a ida de famílias para o interior de São Paulo, o que fez com que muitas indústrias se instalassem em cidades menores, mas com potencial econômico que permitisse o seu desenvolvimento. Já outras cidades são importantes polos agrícolas e impulsionam tanto o crescimento local quanto o de cidades ao seu redor”, comenta Marcio Ucha, coordenador de Expansão do Grupo Ornatus.

De olho nesse promissor mercado, a rede Morana busca investidores para as cidades de Mogi Mirim, Pirassununga, Avaré e Tatuí. “É natural que os consumidores desses locais busquem produtos que são encontrados com facilidade nas capitais. A ida da marca para esses municípios é importante para atender a essa demanda real do interior, para o crescimento da rede, além de ser uma oportunidade para quem quer abrir o seu próprio negócio no interior paulista”, diz Ucha.

Para se ter uma ideia desse potencial, um estudo realizado em 2015 pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) apontou que apenas 25% das marcas associadas estavam nas cidades do interior do País, indicando um grande potencial desse mercado. Já em 2016, o franchising estava presente em 2.321 dos 5.570 municípios brasileiros, ou seja, atingiu 42% das cidades.