Notícias da Rede

Mercado deve ofertar menos vagas temporárias para o Natal

voltar

Estimativas da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apontam que o varejo abrirá menos vagas para trabalhadores temporários para o período do Natal. De acordo com a CNC, a previsão é que haja a contratação de 72,7 mil trabalhadores temporários. Esse número representa uma redução de 1,7% em relação aos postos criados no ano passado.

A instituição considera ainda que a desaceleração econômica se deve ao cenário de incertezas do segundo semestre. Tais incertezas são responsáveis ainda por possível queda nas vendas do varejo que, no Natal de 2018, provavelmente, crescerá menos. A previsão é de uma movimentação de R$ 34,4 bilhões.

O maior número de contratações deve acontecer no segmento de vestuário (47,9 mil vagas) e no de hiper e supermercados (11,5 mil vagas) que são considerados os “grandes empregadores” do varejo – juntos eles representam 42% da força de trabalho do setor –, esses segmentos costumam responder, em média, por 60% das vendas natalinas.