Notícias da Rede

Varejo na Europa enfrenta crise com baixo desempenho nas vendas de Natal

voltar
A varejista concorrente direta da Amazon no Reino Unido, Asos,  resgitrou uma queda de 43% de suas ações. A companhia anunciou que as vendas do início da temporada de Natal foram muito abaixo do esperado. A empresa que tinha previsão de crescimento da receita anual entre 20% e 25%, reduziu para 15%.
 
A empresa justificou a mudança com o baixo desempenho das vendas, as incertezas com a economia e a baixa confiança do consumidor com a saída do Reino Unido da União Europeia.
 
Após a divulgação do baixo desempenho da Asos, as ações de outras empresas do varejo online também caíram. É o caso da Boohoo Group e Zalando, e operadoras de lojas, como Marks & Spencer Group e Next.
 
 
As redes de lojas de departamento Marks & Spencer e Debenhams também enfrentam uma situação difícil. Em 2014, a Debenhams emitiu títulos no valor de 200 milhões de libras, com vencimento em julho de 2021. Eles no menor valor desde a colocação no mercado.
 
O impacto foi sentido também pela sueca Hennes & Mauritz, cujas ações caíram 7%. Ela havia divulgado o maior crescimento trimestral das vendas em três anos, mas algumas das razões para isso são o câmbio favorável e o excesso de descontos.
 
Fonte: Bloomberg